Universitárias criam aplicativo para auxiliar pessoas com síndrome do pânico

1156
Gabriella Lopes (à esquerda) e as duas colegas da PUC-Rio (reprodução da internet)

Com o objetivo de ajudar pessoas durante crises de pânico ou períodos de maior ansiedade, três estudantes da PUC-Rio desenvolveram o aplicativo Be Okay.

Em entrevista à rádio Globo, a universitária Gabriella Lopes, de 20 anos, uma das criadoras da ferramenta, explica o que as levou a idealizar o app, já que nenhuma delas sofre ou já sofreu com crises de pânico.

O psiquiatra Marcelo Piquet também comenta os benefícios do app Be Okay, que por enquanto está disponível somente para aparelhos com sistema iOS (iPhone). Ouça a entrevistahttp://radioglobo.globo.com/media/audio/109627/jovens-criam-app-para-pessoas-com-ansiedade-e-sind.htm

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA