Médica apoia campanha #MedicadosSemTranstorno

987

“Você julga alguém que é diabético? Que culpa tem ele se a insulina não é suficiente? Que culpa tenho eu se meus neuromoduladores e transmissores precisam de uma ajudinha? Cérebro também é órgão”

Sempre tive personalidade ansiosa. Sempre aquela dor de barriga. Acelerada. Equimoses pelo corpo de bater em toda quina. Um dia piorou. E depois piorou mais. Mal estar, sensação de desmaio, medo de alguém perceber. Mãos dormentes. Sem motivo aparente. Minha vida ia tão bem! E o medo daquilo acontecer de novo…E evitação de coisas e lugares onde já havia acontecido.
Mesmo sendo médica demorei a entender que estava tendo crises de pânico. Procurei ajuda.
A ciência está aí e graças a ela, seus remédios e profissionais do ramo continuo aqui cuidando dos outros enquanto sou cuidada também. Não entendo o preconceito. Você julga alguém que é diabético? Que culpa tem ele se a insulina não é suficiente? Que culpa tenho eu se meus neuromoduladores e transmissores precisam de uma ajudinha? Cérebro também é órgão. Medicina. Adoece.
Não é frescura! E quem diz isso é que sofre de um mal terrível da humanidade chamado ignorância. O importante é se amar. Se aceitar. Ser feliz!
Viva a saúde mental!

Campanha:
‪#‎MedicadosSemTranstorno‬

Marcella De Carvalho Oliveira Magalhães, médica

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA