Sem Censura: Karen Terahata fala sobre a Síndrome do Pânico no programa de Leda Nagle

2269

Dor no peito, tontura e medo de morrer são algumas características da síndrome do pânico. A jornalista Karen Terahata superou a síndrome, criou um blog e um grupo para ajudar outros portadores da doença. O psiquiatra Marco André Mezzasalma participa do programa e explica o transtorno do pânico.
Apresentação: Leda Nagle.
Programa exibido no dia 14 de julho de 2014. 

Bloco 1


Bloco 2

Bloco 3

14 COMENTÁRIOS

  1. Acho que estou com um tipo de ansiedade.<br /><br />Anos atras desenvolvi fobia social e consegui melhorar trabalhando em locais de grande movimentações, onde na minha visão e no meu medo, as pessoas prestariam pouca atenção em mim. <br /><br />Hoje, estou prestes propor um encontro e descobri que estou ansioso além do normal. Há dois dias não paro de pensar no que vou dizer a minha pretendida e

  2. ora se pra oms ( organização mundial de saúde) saúde é o completo bem estar físico, mental e social. se mentalmente não estamos bem então lógico que estamos doente. já viu alguém que toma remédio sem estar doente. para de tomar medicamento pra ver se logo agente não piora. é o que eu já disse alguns psiquiatras são muito misteriosos.

    • Jorge, conforme respondi no comentário anterior: <br />Não sei se você está se referindo ao médico que foi entrevistado no programa, mas pelo o que entendi ele explicou que o pânico não tem uma causa definida, pelo menos até o momento, então não há como chamar de doença algo que não se sabe a origem. Por isso o termo transtorno. <br />Mas é claro que os médicos consideram o transtorno do pânico

    • valeu!!! fica a dica pra quem toma antidepressivo!!! verifique os níveis de colesterol e triglicerídeos regularmente, pois alguns antidepressivos podem aumentar esses níveis.

  3. Karen, parece que não a um consenso entre os médicos, uns dizem que é doença, e outros que é transtorno, o fato, um negocio tão ruim de sentir como isso, se não é doença, devo estar louco mesmo. Como sempre sua participação foi ótima. Até breve!!!

    • Olá.. O fato de alguns médicos não denominarem o pânico de &quot;doença&quot; não significa que não estamos falando de um problema de saúde. Acredito que todos eles concordem que trata-se de um problema de saúde, ou seja, você não está louco, nem eu e nem ninguém que sofre com o pânico ou outro transtorno de ansiedade. Não sei se você está se referindo ao médico que foi entrevistado no programa,

  4. Karen, gostei da sua participação no programa, vendo e ouvindo o que disse me faz ter fé na minha caminhada, me faz acreditar que vou superar este transtorno, Karen, vc é linda!!!

DEIXE UMA RESPOSTA