Veja Rio: Karen Terahata é “Carioca nota 10″

1871

A jornalista Karen Terahata criou um grupo de ajuda para tratar a síndrome do pânico

Por Bruna Talarico

Definida como um transtorno de ansiedade, a síndrome do pânico é uma doença pouco compreendida. Trata-se da ativação súbita e desmedida de nosso sistema biológico de alerta, sem a existência de um perigo real que justifique seu funcionamento. O primeiro contato que a jornalista Karen Terahata, de 38 anos, teve com a doença foi em 1997 a caminho de um encontro com amigos. Na ocasião, seu coração disparou, os braços começaram a formigar e ela teve dificuldade para respirar. Leia a matéria completa!

6 COMENTÁRIOS

  1. "Na ocasião, seu coração disparou, os braços começaram a formigar e ela teve dificuldade para respirar." O quadro descrito se dá pela elevação exacerbada dos níveis de adrenalina, estímulos externos: Presenciar um assassinato brutal de alguém que amamos, por exemplo. Um forte estímulo psicológico redunda em estímulos químicos de igual intensidade. Mas tais estímulos químicos sem nenhum

    • Olá… como eu conto aqui no blog, lido com meus transtornos enfrentando, me tratando com medicação e terapia. Dessa forma, consigo hoje levar uma vida normal! Também tenho depressão associada, ela infelizmente acompanha mais da maioria dos casos de ansiedade patológica. Mas faz parte e temos que encarar de frente! ;) Abraços! Vou visitar seu blog sim.

DEIXE UMA RESPOSTA